Quantificação de gama-orizanol no óleo de arroz (Oryza sativa) a partir de nanoemulsões

Informações
Tipo: 
Iniciação Científica
Unidade da USP: 
Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP)
Autor(es): 
Josiane Bortoloto
Orientador: 
Pedro Alves da Rocha Filho
Data de Publicação: 
2011
Bolsa: 
http://www.bv.fapesp.br/pt/bolsas/39020/quantificacao-de-gama-orizanol-no-oleo-de-arroz-oryza-sativa-a-partir-de-nanoemulsoes/
Resumo
O mercado cosmético é muito dinâmico e renova constantemente os seus produtos. Assim, a nanotecnologia está emergindo como a próxima revolução tecnológica, com eventuais efeitos sobre todos os aspectos da vida. As nanoemulsões controlam a profundidade de penetração do cosmético na pele e a velocidade com que o ativo será liberado, com isso, concentrações dos ativos liberadas gradualmente não atingem limites tóxicos e permitem um fornecimento constante às diferentes camadas da pele. A consequência dessa forma de ação é maior eficácia com menores doses. O óleo de arroz possui importantes substâncias relacionadas à saúde humana com efeitos positivos no combate e tratamento de doenças. É considerado superior a outros óleos vegetais por possuir em sua composição o gama-orizanol, uma mistura de ésteres do ácido ferúlico com esterol e álcoois triterpênicos. Para determinar a composição química e o conteúdo total da mistura, o método de cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) e espectrofotômetro UV podem ser utilizados. A fim de garantir a qualidade de um produto que contenha a substância gama-orizanol, deve-se também realizar a validação de método analítico, um requisito inerente, que fornece resultados confiáveis de um determinado sistema. Desta forma, este projeto tem por finalidade a validação e quantificação do gama-orizanol no óleo de arroz e a partir de nanoemulsões desenvolvidas por BERNARDI, 2009, através da CLAE. (AU)