Menssagem de erro

Deprecated function: The each() function is deprecated. This message will be suppressed on further calls em _menu_load_objects() (linha 579 de /fig/home/napfcx/www/includes/menu.inc).

Efeitos da imunização com lipoproteína de baixa densidade oxidada na aterosclerose experimental murina e no modelo de doença renal crônica

Informações
Tipo: 
Tese
Unidade da USP: 
Instituto de Ciências Biomédicas (ICB)
Autor(es): 
Gabriela Cristina Tonini
Orientador: 
Magnus Ake Gidlund
Data de Publicação: 
2010
Resumo
Anticorpos (Ac) anti-oxLDL estão envolvidos no desenvolvimento da lesão aterosclerótica. Induzimos a produção desses Ac através da imunização com oxLDL. Avaliamos os perfis lipídico e de Ac anti-oxLDL e anti-pepD (pepD é um peptídeo derivado da apoB). Animais apoE-/- possuem maiores níveis de lípides sorológicos em comparação com animais C57Bl/6, exceção da HDL. A imunização oxLDL não alterou este perfil. A imunização aumentou os títulos dos Ac IgM, IgG e IgG1 anti-oxLDL. Animais C57Bl/6, mas não os apoE-/- tiveram aumento dos Ac IgM anti-pepD após a imunização. Acreditamos que o aumento de anticorpos IgG1 deve-se ao adjuvante usado. A aterosclerose pode ocorrer com maior freqüência, em indivíduos portadores de doenças renais crônicas. Para estudar essa interferência submetemos os animais a um modelo de isquemia e reperfusão renal (I/R). A I/R promoveu aumento da concentração de TG, podendo agravar a aterosclerose. O aumento de Ac IgG anti-oxLDL promovidos pela I/R sugere que o processo inflamatório desencadeado por este procedimento, aumenta a oxidação de LDL. Desta forma, concluímos que a I/R pode ser considerado um procedimento pró-aterosclerótico que não pode ser revertido pela imunização com oxLDL.